agosto 15, 2007

Trabalho e Vocação

Deixo esta mensagem pra vocês refletirem, ok?

Faça do seu trabalho uma vocação. Se você encara seu trabalho apenas como um emprego, então ele se torna uma carga que não traz realização ou crescimento. Mas se você o vê como o exercício de uma vocação, ele deixa de ser um sacrifício. Transforma-se numa expressão sua, uma parte importante de sua vida. (Thakar, 1995).
Realmente é muito ruim trabalhar em algo que não se gosta, não traz felicidade, só estressa e não tem dinheiro que pague a perda da saúde, não é? Por isso acho cruel que os jovens sejam pressionados a escolher uma profissão aos 16, 17 anos. É muito cedo, eles ainda não têm maturidade e acabam ou pulando de curso em curso, ou fazendo a faculdade que os outros querem. Acho lamentável.
E vocês, o que acham sobre essa questão de trabalho e vocação? Não se acanhem, deixem seus comentários, ok?
Até Mais!!!

2 comentários:

Susana Jas disse...

Denise !

Deveriamos ver o trabalho nao so' como o sustento, mas como nossa contribuicao para o crescimento e aprimoramento da humanidade. `As vezes e' dificil, mas e' o ideal. E' o que deixamos de concreto.

Voce conhece o blog da Agridoce, tambem ai' de Porto Alegre ?

Um bj,

Susana

luma disse...

Também acho super difícil alguém saber o que quer nessa idade, mas as vezes, acontece! Algumas pessoas acalentam sonhos desde a infância e outras de pulam de sonhos em sonhos, assim também é a vida adulta. Mesmo depois de adultos, formados e trabalhando, ainda nos questionamos se era isso que queríamos. Eu até penso que fazemos a nossa cabeça para gostar disso ou daquilo e não simplesmente nascer com um dom. Com exercício intelectual podemos gostar do trabalho, independente de qual seja e fazer dos sonhos, um simples lazer. Olha, até os nossos sonhos têm pontos negativos! (rs*) Beijus