novembro 27, 2007

Bad Day

Hello pessoal, estou passando pra tirar um pouco do pó dessa casa. Às vezes a gente dá uma sumida, mas continuo passeando pela blogosfera, visitando os amigos, às vezes comento, em outras não, mas continuo aqui.
E aí, querem saber como ter um "bad day"? Façam como eu: sejam entrevistados em uma seleção de mestrado. É muito ruim, você sai com a impressão que um caminhão passou por cima de você e ninguém anotou a placa. Mesmo sabendo como funciona não há preparação psicológica pra isso. O pior é que eu sei que tem que ser assim, os professores têm que te pressionar, eles precisam ver quanta pressão o candidato agüenta, afinal, mestrado, doutorado não é fritar bolinho, tem muitos interesses envolvidos e a instituição não pode selecionar alguém que em seis meses vai largar tudo porque não agüenta mais ou porque não sabe se é isso mesmo que quer. Mas que é ruim, ah isso é.
Felizmente essa foi a última etapa da seleção que começou em setembro com a prova da ANPAD - era a isso que estava me referindo nesse post aqui - em que consegui pontuação pra me inscrever na seleção, depois fui selecionada para as etapas seguintes: prova de redação e entrevista. Agora é esperar pra ver no que vai dar.
Até Mais!!!

2 comentários:

Jôka P. disse...

DENISE,
obrigado por sua mensagem de apoio e de carinho em um momento táo complicado !
Um beijo e TUDO de BOM pra você, sua família e amigos !
JÔKA

Janaina de Almeida disse...

Denise, também sumo , demoro mas apareço...
Quanto ao mestrado, imagino que não deve ser nada fácil...
Você me fez lembrar da uns colegas que tinha na época de graduação que fizeram de um tuod para ter as melhores notas para conseguir uma vaga para o Mestrado...
Só imaginava uma coisa: esses "coleguinhas"não tinham a noção do que os esperavam...
Beijos e muito obrigada pela visita.